JP Borrachas e Parafusos
7 de julho de 2020
26/05/2020
Plano de saúde distribui de graça kit de medicamentos para tratamento da Covid-19 em Natal
Unimed Natal vai distribuir kit de medicamentos para tratamento da Covid-19.  — Foto: Agência Pará
Unimed Natal vai distribuir kit de medicamentos para tratamento da Covid-19. — Foto: Agência Pará

O plano de saúde Unimed Natal anunciou que vai distribuir gratuitamente um kit de medicamentos para o tratamento da Covid-19 para os seus beneficiários. O kit inclui três remédios, um deles é a Hidroxicloroquina – que não tem eficácia comprovada cientificamente contra o novo coronavírus.

A indicação do uso da medicação, segundo o plano de saúde, “está alinhada aos critérios e condições para a prescrição de cloroquina e de hidroxicloroquina do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Norte (Cremern)”. A recomendação do Cremern prevê o início do tratamento com a hidroxicloroquina mesmo antes da confirmação do diagnóstico em pacientes do grupo de risco.

Em nota, o Cremern informou que a Câmara Técnica de enfrentamento à Covid-19 e os conselheiros estão cientes da falta de evidências científicas robustas para o tratamento dessa enfermidade. “No presente momento, o descompasso entre os efeitos da pandemia e as respostas da ciência exigem um olhar diferenciado sobre essas observações”, diz o documento.

A Unimed Natal explicou que a decisão para a prescrição dos remédios é exclusivamente do médico. “Caso o beneficiário esteja de acordo com o tratamento indicado, ele deve assinar o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) disponibilizado pelo médico”.

Para ter acesso ao kit é preciso apresentar receituário médico em nome do beneficiário, com validade de cinco dias, a partir da data de prescrição. “A cooperativa natalense conta com a padronização de doses dos referidos medicamentos, sugerida de acordo com cada estágio e gravidade dos sintomas, com objetivo de minimizar riscos e efeitos adversos”, informou o plano de saúde.

Em Belém, um plano de saúde criou um drive thru para distribuir cloroquina para seus beneficiários. Já no Amazonas, a Justiça concedeu uma liminar que obrigava um plano de saúde a fornecer cloroquina prescrita por médico a paciente com Covid-19.

Uso da cloroquina

No dia 20 de maio o Ministério da Saúde divulgou novo protocolo que liberou no SUS o uso de cloroquina até em casos leves de Covid-19. Mas não há comprovação científica de que esse remédio seja capaz de curar a Covid-19. Estudos internacionais não encontraram eficácia no medicamento, e a Sociedade Brasileira de Infectologia não recomenda a utilização.

O protocolo da cloroquina foi motivo de atrito entre Bolsonaro e os últimos dois ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich. No intervalo de menos de um mês, os dois deixaram o governo.

Uma pesquisa científica publicada na renomada revista “The Lancet” com 96 mil pacientes aponta que a hidroxicloroquina e a cloroquina não apresentam benefícios no tratamento da Covid-19. Os resultados divulgados nesta sexta-feira (22) mostram que também não há melhora na recuperação dos infectados, mas existe um risco maior de morte e piora cardíaca durante a hospitalização pelo Sars CoV-2.

Após a nova orientação do Ministério da Saúde, a Secretaria Estadual de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap) informou que ainda está “avaliando se vai recomendar o uso da cloroquina para casos leves de Covid-19. *G1 RN

JChaves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Blog do JP - Rio Grande do Norte - Todos os Direitos Reservados.
Os textos e as imagens deste site são de uso exclusivo do site blogdojp.com.br, não podendo ser usadas ou copiadas sem autorização, estando protegidos pela Lei de Direitos Autorais, seu uso indevido é considerado crime.